Histórico

Histórico

A Biblioteca do Instituto de Física de São Carlos teve sua origem no Departamento de Física Geral e Experimental da Escola de Engenharia de São Carlos. Com o passar dos anos o volume de trabalhos científicos ali desenvolvidos justificava plenamente sua emancipação em unidade autônoma. Em 1971, foi criado o Instituto de Física e Química de São Carlos formado por dois novos Departamentos: o Departamento de Física e Ciência dos Materiais e o Departamento de Química e Física Molecular, com suas respectivas Bibliotecas. O acervo dessas Bibliotecas foi, em grande parte, formado pela transferência de material bibliográfico da Biblioteca da EESC. Em 25.09.1981 com o objetivo de normalização, padronização dos serviços e a integração e representação das Bibliotecas com o Sistema Integrado de Bibliotecas da USP, criado em 08 de Julho de 1981, foi fundada a Biblioteca do Instituto de Física e Química de São Carlos incorporando também a Biblioteca do Centro de Divulgação Científica e Cultural, criada em 30.05.1980. Essa medida favoreceu um atendimento mais eficaz aos seus usuários, mas não a centralização de seus acervos, pois os mesmos continuaram alocados em seus Departamentos. Em 05.03.1986, devido ao expressivo volume do seu acervo, área, número de usuários e variedade na prestação de serviços, a Biblioteca do IFQSC teve sua estrutura alterada para nível de Serviço de acordo com os padrões estabelecidos pelo SIBI-USP. Em 17.05.1994, com a divisão do Instituto de Física e Química de São Carlos em Instituto de Física e Instituto de Química, as Bibliotecas dos Departamentos passaram a pertencer a cada Instituto respectivamente.

Histórico

Em 2001, graças aos esforços da Direção e Docentes do IFSC, foi possível, com recursos da própria Universidade, a construção de um novo prédio no qual a Biblioteca ocupa uma área de 1560m2. Com recursos provenientes de projetos de infra-estrutura apoiados pela FAPESP, esse espaço foi otimizado graças a um layout cuidadosamente planejado e, em 2002, em homenagem ao Prof. Bernhard Gross, a Biblioteca passou a ser designada como Serviço de Biblioteca e Informação Prof. Bernhard Gross.

Atualmente a Biblioteca possui ambientes para estudo em grupo, estudo individual, sala de pesquisa, sala para audiovisual, área apropriada para leitura de novos periódicos, e áreas adequadas para o acervo e serviços.

Esses investimentos permitiram um uso mais eficiente do já excelente acervo de nossa Biblioteca, proporcionando melhores condições aos nossos usuários no desenvolvimento de seus estudos e pesquisas.

A manutenção e a atualização do acervo sempre foram motivos de preocupação constante da Direção do Instituto, Corpo Docente e da Biblioteca. Desde sua criação foram solicitados recursos às agências de fomento para aquisição de material bibliográfico, complementando assim os investimentos feitos pela Universidade. Em sua maioria, os recursos eram obtidos pelas agências BNDE/FUNTEC, FINEP, CAPES, CNPq e BID, mais recentemente à FAPESP.

Além da manutenção e atualização do acervo, o atendimento ao usuário e a sua satisfação em relação à prestação dos serviços oferecidos pela Biblioteca fizeram com que se buscasse sempre o seu aperfeiçoamento através do aprimoramento técnico da equipe e da implementação de novas tecnologias de informação, que permitiram a nossos usuários acesso mais rápido e preciso à informação e ao documento, contribuindo assim para o desenvolvimento do ensino e da pesquisa no IFSC.

Em 2008 aconteceu o reconhecimento externo da qualidade da sua gestão e dos serviços prestados com a conquista do Prêmio Paulista de Qualidade da Gestão, conferido pelo IPEG-Instituto Paulista de Excelência da Gestão.